Ultrassonografia Tireóide com Doppler

Ultrassonografia Tireóide com Doppler

A Ultrassonografia com Doppler Colorido de Tireóide aliou uma técnica não invasiva, que é a ultrassonografia, com as informações sobre a tireóide e seu respectivo fluxo sanguíneo, introduzindo um elemento dinâmico nos estudos ultrassonográficos ao permitir a investigação detalhada e não invasiva da hemodinâmica da área examinada, que pode ser avaliada quantitativa e qualitativamente, não só do ponto de vista morfológico, mas também funcional.

Nessa cartografia dinâmica, o sentido do fluxo é codificado pelas cores azul e vermelha.

Esta imagem em cores é sobreposta à imagem em escala de cinzas no plano bidimensional da ultrassonografia em tempo real, permitindo identificar o fluxo e o sentido do sangue.

É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais.